quinta-feira, 26 de novembro de 2009

É O AMOR...


Ontem tive que escutar a seguinte frase de uma amiga: “Você anda com falta de assunto, já quase não atualiza o blog.” Na hora achei graça e concordei, mas no fundo eu sei o porquê de não estar escrevendo mais com tanta frequência.

Gosto de falar sobre o que estou vivendo, sobre o que sei, mas essa minha pseudo síndrome relutante de internauta vovó de insistir em ir contra a exposição da minha vida pessoal, fez com que eu não falasse sobre gravidez, que é o meu momento agora.

Mas não adianta mais lutar contra a exposição. Posso não ter meu perfil no Facebook/orkut, mas minha cara ta lá, no álbum de fotografia dos amigos.

Engraçado isso da gente ter que ir a favor da corrente ou até mesmo mudar de opinião. Fiquei pensando nas coisas que eu sempre “condenei” e que agora tenho um novo olhar. Tudo depende da fase em que você está vivendo.

Na minha fase atual, acho tudo que representa o amor, lindo. Sei que pode parecer piegas, e é. Mas já não olho torto quando vejo alguém na rua com uma camiseta com a foto bem grande do filho com frases do tipo: “Eu te amo” ou “Pai do ano”. Posso não chegar ao ponto de comprar uma dessas camisetas, mas certamente levarei uma foto da minha filha no meu celular e mostrarei de maneira inconveniente para todo mundo que eu encontrar, mesmo que a pessoa não tenha desejado ver.

O amor é brega, todos sabemos. Mas o amor homem e mulher eu já tinha descoberto que era assim. Tem coisa mais cafona que um casal apaixonado se chamar de apelidos e mudar a voz quando vão falar um com o outro!? Mas quando você é uma das pessoas que forma esse casal, tudo é maravilhoso.

Começo a entender minha mãe, que me fazia morrer de vergonha em cada competição de natação, com seus gritos de – preparem-se – “vai minha Deusa”, para que eu chegasse em primeiro lugar.

Fico pensando se vou colocar minha filha em situações embaraçosas e chego a conclusão de que sim. E certamente, também me porei em situações do tipo, quando ela fizer alguma coisa totalmente normal pra idade dela e eu achar que ela JÁ faz tal coisa e a considerar mais um gênio da humanidade.

Próximo passo? Criar um facebook quando ela nascer....

10 comentários:

  1. Querida, parabéns ao casal!!! Eu não sabia, adorei! Que surpresa maravilhosa! Será uma menina mesmo? Já tem nome? Vamos tentar nos ver...vou te ligar. Bjs, Flávia Roscoe

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente, lindo! porque além de brega, o amor é assim, tão lindo que me fez chorar...

    ResponderExcluir
  3. Não sei quem é o anônimo daqui de cima, mas tenho que concordar e dizer q tb me emocionei com seu texto. O amor é brega, é lindo, é essencial!
    Amiga, fico MUITO feliz em saber que vc está conseguindo realizar seus sonhos. Vc merece e MUITO!
    Mesmo que essa "bacuria" não seja mais um gênio da humanidade, com certeza será o que há de mais importante, mais uma pessoa diferentente especial, como vc e o Rafa.
    Te amo!
    Bjk

    ResponderExcluir
  4. Em São Paulo, há grafitado em vários muros da cidade a seguinte frase: "o amor é importante, porra..."
    Que faça valer!!!
    bjos!! Jatir

    ResponderExcluir
  5. É realmente o amor é brega. Eu sei que sou a mãe mais brega do mundo, mas eu te amo muito muito muito. E estou certa que serei a avó mais brega do Rio de Janeiro. Assim como seus amigos , também me emocionei com o texto.
    Vamos comemorar a breguice.

    ResponderExcluir
  6. O amor não é brega não, Beta! É lindo!
    Amor de pais e filhos então, nem se fala!
    Entendo muito vc ter abandonado o blog por não querer comentar a gravidez. Sabe que imaginei que fosse isso mesmo?
    Impossível não ficar 100% tomada por esse assunto. Tudo, absolutamente tu-do, muda na vida quando uma coisa dessas acontece! (falou a voz da experiência - hahaha)
    Aproveitem muito essa coisa especial que está acontecendo na vida de vcs!
    Um beijo grande,
    Jô Camelier

    ResponderExcluir
  7. Ah o amor é lindo mesmo. Nós as bregas "mais experientes da família" vamos rever td que fizemos e vcs ficavam danadas. É a vingança sadia. Beta, mãe só muda de endereço,todas somos iguais. Bjs.Tia Regina

    ResponderExcluir
  8. Que lindo! Voce me fez relembrar alguns momentos bregas e lindos em família.Emocionante. Lindinha da titia, te amo muito, estou esperando como um presente de aniversário, meu e do tio Luis, o nascimento da sua filhota, que será mais uma ariana. Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Beta querida,também me emocionei ao ler. Sou breguissíma com os meus 3 filhos, acho eles lindos e sempre me controlo para não deixa-los naquelas situações ridículas com apelidos e voz difrente. O amor é lindo, é brega, não importa,l o que importa é amar e sempre alimentar este amor. vc como sempre nos surpreendendo com seus textos maravilhosos. Grande beijo

    ResponderExcluir
  10. Sensacional! Bjos, Dunlop

    ResponderExcluir